BR - Transpetro
img_imprensa

Nota à Imprensa - atualização

Rio de Janeiro, 29 de abril de 2019

A Transpetro informa que permanece investindo todos os esforços na contingência decorrente de furto de combustível ocorrido na madrugada de sexta-feira (26) em oleoduto em Duque de Caxias (RJ). Nesta segunda-feira (29), os profissionais da companhia estão concentrados no recolhimento do produto vazado, na remoção do solo contaminado e no reparo no duto. Não há risco de desabastecimento de combustível na região.

A Transpetro tem monitorado permanentemente toda a área afetada. A companhia conta com o apoio do Instituto Estadual do Ambiente (Inea/RJ) e do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e tem viabilizado todos os esforços necessários para mitigar os impactos para o meio ambiente e para a população. A análise sobre o impacto ambiental, proveniente do furto de combustível, ocorre após o término da fase emergencial da contingência. Uma unidade especializada de atendimento à fauna continua instalada na área.

A Transpetro segue prestando toda a assistência necessária às famílias vizinhas ao local da ocorrência. A companhia enviou, na própria sexta-feira (26), dois especialistas em tratamento de queimados e uma equipe médica para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes e atua conjuntamente à equipe que trata do caso da paciente Ana Cristina Pacheco.

A companhia colabora com as investigações das autoridades e tem como maior preocupação a segurança das famílias, pois intervenções criminosas nos dutos podem trazer riscos para a comunidade, como incêndios e explosões. A colaboração e o engajamento dos moradores vizinhos aos dutos é muito importante para minimizar o perigo que todos correm com estes atos criminosos. Eles podem entrar em contato com a Transpetro por meio do telefone 168 caso identifiquem qualquer movimentação suspeita na faixa de dutos e em terrenos próximos. A ligação é grátis e o telefone funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.


15h03

    Contador de páginas